França reclassifica Panamá como paraíso fiscal

O presidente do Panamá se comprometeu com Hollande a cooperar com a comunidade internacional na luta contra a lavagem de dinheiro

A França anunciou nessa sexta-feira que voltou a colocar o Panamá na lista de paraísos fiscais após as revelações dos chamados “Panama Papers”, argumentando que esse país não transmitiu toda a informação necessária para a aplicação da legislação.

Por decreto, o ministro das Finanças, Michel Sapin, e o secretário de Orçamento, Christian Eckert, “acrescentaram o Panamá à lista de 2016 de Estados e territórios não cooperativos”, afirmou o comunicado do ministério das Finanças.

Ainda nesta sexta, o presidente do Panamá, Juan Carlos Varela, se comprometeu com seu homólogo francês, François Hollande, a cooperar com a comunidade internacional na luta contra a lavagem de dinheiro e a evasão fiscal.

Em uma conversa telefônica Varela expressou a Hollande “o compromisso da República do Panamá de continuar cooperando com a comunidade internacional na luta contra o uso indevido das plataformas de serviços financeiros e corporativos”, segundo o comunicado do governo panamenho.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s