Francês mata mãe por impedir de seguir jihadismo, diz mídia

Após ser detido, o jovem explicou aos agentes que teve uma briga com sua mãe, que se negava a deixá-lo partir para a Síria para se juntar a grupos jihadistas

Paris – Um jovem de 25 anos com antecedentes psiquiátricos matou sua própria mãe na madrugada de domingo, na cidade de Le Havre, no noroeste da França, depois que ela tentou impedi-lo de viajar à Síria a se transformar em jihadista, revelou nesta segunda-feira a emissora “France Bleue”.

O próprio jovem telefonou para a polícia para contar que tinha estrangulado sua mãe, de 62 anos, com uma corda.

Após ser detido, o jovem explicou aos agentes que teve uma briga com sua mãe, que se negava a deixá-lo partir para a Síria para se juntar a grupos jihadistas.

Segundo a “France Bleue”, a investigação ficará a cargo da Polícia Judiciária.

Até o momento, não há informação se o jovem tinha antecedentes criminais ou se estava sendo monitorado pelo serviço secreto por radicalismo islâmico. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s