Governo turco cancela quase 11 mil passaportes

Na quinta-feira (21), o governo de Ancara anunciou que suspendeu a Convenção Europeia de Direitos Humanos

O ministro do Interior da Turquia, Efkan Ala, informou que 10.856 pessoas tiveram seus passaportes confiscados, fazendo com que os cidadãos fiquem impedidos de deixar o país.

Além disso, Ala afirmou ontem (22) que dos 10.607 turcos presos desde a última sexta-feira (15), 4.496 tiveram prisões autorizadas pela Justiça.

Cerca de 300 guardas presidenciais também tiveram mandados de prisão decretados por, supostamente, apoiarem o golpe contra Erdogan.

Na quinta-feira (21), o governo de Ancara anunciou que suspendeu a Convenção Europeia de Direitos Humanos – o que permitiria a reativação da pena de morte na Turquia, algo proibido pelo documento a não ser em período de grandes guerras.

Tentativa de golpe

Na noite de 15 de julho, um grupo de insurgentes turcos promoveu uma tentativa de golpe de Estado militar no país. Os principais confrontos ocorreram em Ancara e em Istambul.

O governo da Turquia declarou que 190 civis morreram, além de 100 militares. Segundo dados oficiais, 1,5 mil pessoas ficaram feridas. Na noite de quinta-feira (20), o governo turco anunciou estado de emergência pelos próximos três meses.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s