Grupo armado curdo assume autoria de atentado de Ancara

O grupo garantiu em mensagem divulgado através de seu site que o atentado foi uma "ação de vingança" pelas operações militares

Ancara – O grupo armado “Falcões da Liberdade do Curdistão” (TAK, sigla em curdo) se responsabilizou nesta quinta-feira pelo atentado suicida com um carro-bomba que causou 37 mortes no último domingo em Ancara.

O grupo garantiu em mensagem divulgado através de seu site que o atentado foi uma “ação de vingança” pelas operações militares no sudeste do país, onde se concentra a minoria curda, e nas quais morreram centenas de pessoas.

Mais informações em instantes

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s