Grupo de 218 imigrantes desembarcará na Sicília

Os imigrantes chegaram a bordo de embarcação croata com muitas mulheres e crianças, a maioria de Síria, Somália e Eritreia

Roma – Um grupo de 218 imigrantes chegou nesta quarta-feira ao porto siciliano de Catânia junto com o corpo de um sudanês que morreu em consequência do diabetes, agravada pelos difíceis condições da viagem, informou hoje a Agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

Os imigrantes chegaram a bordo da embarcação croata Andrija Mohorovicic, que faz parte do dispositivo Triton, da agência europeia Frontex (Agência de Controle de Fronteiras Exteriores), com muitas mulheres e crianças, a maioria de Síria, Somália e Eritreia.

Segundo os testemunhos de alguns destes imigrantes recolhidos pela Acnur, a agência de refugiados da ONU, o sudanês ficou quase três dias sem comer, e sofria de diabetes.

O corpo dele foi levado ao necrotério do hospital Garibaldi, seguindo as indicações da procuradoria de Catânia.

A morte do sudanês se soma à do menino somali de 15 anos que morreu na terça-feira no navio da ONG Médicos sem Fronteiras após ter sido resgatado em frente à costas da Itália.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s