Hillary afirma que diplomacia implica riscos “inevitáveis”

Hillary disse que o ataque em Benghazi mostra o "inevitável nível de regras que é preciso aceitar para proteger o país

Washington – A pré-candidata presidencial democrata Hillary Clinton afirmou nesta quinta-feira que a diplomacia tem riscos “inevitáveis” e não pode ser feita de “bunkers”, em discurso ao comitê da Câmara dos Representantes que investiga as mortes do embaixador dos EUA na Líbia e de três compatriotas em Benghazi em 2012.

Hillary, que criticou o comitê por buscar um objetivo político, disse que o ataque em Benghazi mostra o “inevitável nível de regras que é preciso aceitar para proteger o país e avançar nos interesses e valores” em lugares perigosos.

O embaixador Chris Stevens e outros três americanos morreram em 11 de setembro de 2012 em um ataque contra o consulado americano em Benghazi, sede do governo de transição após a queda do ditador Muammar Kadafi.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s