Homem é preso por venda de objetos da tragédia de Nice

O anúncio foi encontrado em 18 de julho pela célula de cibercriminalidade da Polícia Judiciária

A Justiça francesa condenou um morador de Nice, nesta quarta-feira (20), a dez meses de prisão por tentar vender on-line objetos recolhidos, segundo o pequeno anúncio, no Passeio dos Ingleses, local do atentado de 14 de julho passado.

O indivíduo, de 39, deixou seu número de telefone no seguinte anúncio: “Objetos do massacre de 14 de julho, preços a discutir”.

Apenas três fotos foram publicadas no site – a de um anel, um par de óculos e uma bandeira -, mas o responsável dizia ter pelo menos outros 20 itens. As demais imagens poderiam ser enviadas, em caso de interesse.

O anúncio foi encontrado em 18 de julho pela célula de cibercriminalidade da Polícia Judiciária.

O homem foi condenado por um tribunal de Nice por tentativa de golpe, por querer vender objetos que não lhe pertenciam. O réu se defendeu, alegando que os objetos eram de sua família, mas não convenceu a Justiça.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s