Hungria condena 10 imigrantes por travessia de fronteira

Foi o primeiro caso a ser julgado sob uma lei aprovada dias antes do incidente, que tornou ilegal a travessia de fronteiras como medida para conter multidões

Szeged – Um tribunal húngaro condenou 10 imigrantes à prisão por travessia ilegal de fronteira durante manifestações em setembro de 2015 ocorridas depois que a Hungria instalou uma cerca de arame farpado em sua divisa com a Sérvia.

Foi o primeiro caso a ser julgado sob uma lei aprovada dias antes do incidente, que tornou ilegal a travessia de fronteiras como medida para conter multidões e que pode resultar em um a cinco anos de prisão.

Os imigrantes foram condenados de 1 a 3 anos de prisão.

Os réus, na maioria sírios, são parte de uma multidão de centenas de pessoas que entraram em confronto com a polícia em 2015. Todos serão expulsos do país após cumprir as penas e proibidos de entrar novamente na Hungria por diversos anos, de acordo com decisão judicial.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s