Jornalista holandês é morto por franco-atirador do EI

O jornalista Jeroen Oerlemans estava com milicianos aliados ao governo de unidade da Líbia quando ele foi morto

Bagdá – Um ataque do Estado Islâmico matou um fotojornalista holandês e oito combatentes líbios pró-governo neste domingo na cidade dominada de Sirte, na Líbia, de acordo com a revista belga Knack, no qual o fotógrafo trabalhava, e um comandante líbio local.

O jornalista Jeroen Oerlemans estava com milicianos aliados ao governo de unidade da Líbia quando ele foi morto aparentemente por um franco-atirador durante alguns dos combates mais pesados desde que as brigadas da vizinha cidade de Misrata iniciaram um esforço para desalojar o Estado Islâmico de Sirte em maio, de acordo com Mohamed Ghasri, porta-voz do centro de comando das milícias pró-governo em Sirte.

Ghasri disse que jornalista e pelo menos oito combatentes de Misrata foram mortos. Em um comunicado distribuído online, o Estado Islâmico reivindicou o ataque caracterizando o como uma “operação surpresa”.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s