Juiz decreta prisão preventiva de ex-presidente da Guatemala

Dez dos 12 acusados de participar de um esquema de corrupção, entre eles o ex-presidente Otto Pérez Molina, foram enviados nesta sexta-feira à prisão preventiva

Cidade da Guatemala – Dez dos 12 acusados de participar de um esquema de corrupção no maior porto da Guatemala, entre eles o ex-presidente Otto Pérez Molina, foram enviados nesta sexta-feira à prisão preventiva pelo juiz responsável pelo caso.

O magistrado Miguel Ángel Gálvez entendeu que os envolvidos têm risco de fugir e de obstruir a averiguação da verdade na investigação que também envolve a ex-vice-presidente do país Roxana Baldetti.

De acordo com a procuradoria, Pérez Molina e Baldetti receberam um milionário suborno para conceder a obra de ampliação de Puerto Quetzal à empresa Terminal de Contenedores Quetzal, da qual Súarez era diretor e representante legal. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s