Juiz ordena prisão da líder das Mães da Praça de Maio

Se tiverem que me prender, que me prendam", desafiou a veterana, que marcha há 40 anos pedindo justiça por seus filhos desaparecidos na ditadura argentina

Um juiz ordenou nesta quinta-feira a prisão da líder da organização argentina Mães da Praça de Maio, Hebe de Bonafini, que se negou a ir depor pela segunda vez ante a justiça, em um caso de suposto desvio de fundos públicos.

O juiz Marcelo Martínez de Giorgi, encarregado do caso, ordenou a detenção, confirmou à AFP seu secretário, depois que Bonafini, de 87 aos, se negou a comparecer ante o tribunal.

“Se tiverem que me prender, que me prendam”, desafiou a veterana ativista apoiada por uma multidão na praça de Buenos Aires, onde marcha há 40 anos pedindo justiça por seus filhos desaparecidos na ditadura argentina (1976-83).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s