Juíza dos EUA se desculpa por críticas a Trump

Ginsburg havia chamado o candidato presidencial republicano de "impostor" com um grande ego, entre outros comentários

A juíza da Suprema Corte dos Estados Unidos, Ruth Bader Ginsburg, afirmou hoje se arrepender das fortes críticas feitas ao virtual candidato republicano, Donald Trump.

“Refletindo, minhas declarações foram imprudentes, e eu me arrependo de tê-las feito”, afirmou Ginsburg, de 83 anos. “Juízes deveriam evitar comentar sobre políticos durante o processo eleitoral”, acrescentou.

A magistrada, conhecida por fazer parte da ala liberal da Suprema Corte, e teceu as críticas esta semana, durante uma entrevista a um canal de TV dos EUA.

Ginsburg chamou Trump de “farsante” e questionou por que ele ainda não mostrou suas declarações à Receita. Em resposta, o republicano afirmou que ela deveria renunciar ao cargo.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Notícia atualizada às 13h16

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s