Kerry se reuniu com cardeal cubano após a cerimônia

O cardeal cubano foi um dos convidados da ilha que assistiu à histórica cerimônia que marca o restabelecimento de relações diplomáticas entre os países

Havana – O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, se reuniu nesta sexta-feira com o cardeal cubano e arcebispo de Havana, Jaime Ortega, após a cerimônia oficial de reabertura da embaixada americana em Cuba, segundo fontes diplomáticas americanas.

O encontro entre Kerry e Ortega durou 10 minutos na própria sede da embaixada dos Estados Unidos. O cardeal cubano foi um dos convidados da ilha que assistiu à histórica cerimônia que marca o restabelecimento de relações diplomáticas entre Havana e Washington.

Até o momento não vazou nenhum detalhe do conteúdo da conversa entre o chefe da diplomacia dos Estados Unidos e o máximo representante da hierarquia católica em Cuba.

Em seu discurso, o secretário de Estado americano se referiu à participação do Papa Francisco no processo de aproximação entre Cuba e EUA, que culminou no restabelecimento de relações e na reabertura de suas embaixadas em 20 de julho.

O papa Francisco, que o setembro fará visitas pastorais a Cuba e aos EUA, foi um dos atores fundamentais no estabelecimento de pontes que permitiram alcançar a retomada de relações após mais de cinco décadas de tensão, fato histórico do que o pontífice se alegrou “vivamente”.

A Santa Sé revelou em dezembro, após o histórico anúncio do degelo entre Cuba e EUA, que o Vaticano acolheu as delegações dos dois países durante as conversas realizadas em outubro de 2014, dois meses antes de os presidentes de Cuba, Raúl Castro, e dos EUA, Barack Obama, anunciarem a decisão de restabelecer as relações diplomáticas.

O pontífice argentino chegou a escrever para os dois presidentes convidando-os a resolver questões humanitárias de interesse comum, como a situação de alguns detidos, para dar início a uma nova fase das relações entre as duas partes.

O secretário de Estado, John Kerry, é o primeiro a visitar Cuba nos últimos 70 anos, e presidiu hoje em Havana a cerimônia oficial de abertura da embaixada americana, que começou a funcionar em 20 de julho, oito meses depois do anúncio da aproximação bilateral.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s