Líder do ELN é capturado na Colômbia

Com este golpe, as autoridades consideram que a receita da guerrilha foi afetada "significativamente"

Bogotá – O Exército colombiano, em uma operação coordenada com a Polícia, deteve na cidade de Buenaventura, oeste do país, Jairo Agudelo Ortiz, conhecido como “Mono Wilder”, líder da “Frente de Guerra Sudoeste” do Exército de Libertação Nacional (ELN) que opera no litoral do Pacífico, informaram nesta sexta-feira fontes militares.

Durante a operação que terminou com a detenção de Agudelo também foram confiscados três celulares, cinco memórias USB, mais de 30 milhões de pesos (cerca de US$ 10.300), assim como material relevante para a inteligência militar, informou o Exército em comunicado.

Com este golpe, as autoridades consideram que a receita da guerrilha foi afetada “significativamente”, acrescentou a informação.

“Mono Wilder” está há mais de 18 anos na estrutura do ELN e assumiu o papel de líder em 2013.

Ele é acusado de sequestrar empresários, criadores de gado e mineradores no departamento do Cauca (sudoeste), assim como de ser o responsável por extorsões a empresas do setor.

Além disso, era o encarregado de controlar as áreas de produção de cocaína e rotas do narcotráfico no Pacífico.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s