Líder das Farc diz que busca a paz, não o prêmio Nobel

Depois que a comissão do Nobel excluiu as Farc do prêmio pela paz, líder afirmou que busca justiça social para a Colômbia

Oslo – O líder das Farc, Rodrigo Londoño, conhecido como Timochenko, disse nesta sexta-feira que o único prêmio que deseja é a paz, após ter sido excluído pelos membros do comitê do Nobel da Paz da honraria concedida nesta sexta-feira ao presidente colombiano, Juan Manuel Santos.

Timochenko assinou um acordo de paz com Santos no mês passado para tentar acabar com o conflito de 52 anos na Colômbia. Eleitores, no entanto, rejeitaram o acordo no domingo em referendo, por uma pequena margem de votos.

“O único prêmio que buscamos é a paz com justiça social para a Colômbia sem paramilitarismo, sem retaliação ou mentiras”, disse Timochenko em sua conta pessoal no Twitter após o anúncio do prêmio de Santos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s