Mais de mil réplicas ocorreram após terremoto no Equador

"Até o momento, temos um total de 1470 réplicas", afirmou o Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional

Quito – Um total de 1.470 réplicas foram registradas até o momento depois do terremoto de magnitude 7,8 graus na escala Richter que assolou zonas do litoral norte do Equador em 16 de abril, informou nesta terça-feira o Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional.

“Até o momento, temos um total de 1470 réplicas”, afirmou o Instituto em sua conta do Facebook, na qual apontou que desde as 18h local da segunda-feira (20h, em Brasília) até as 6h local de hoje (8h, em Brasília) ocorreram duas réplicas em zonas localizadas dentro e fora do litoral.

A réplica mais forte teve uma magnitude de 3,4 graus.

Esse tremor se localizou perto de Pedernales, uma das cidades mais afetadas pelo terremoto de abril, um dos mais fortes na história do país andino, que deixou cerca 29 mil pessoas desabrigadas.

Os mais recentes registros da Secretaria de Gestão de Riscos (SGR), que datam de quarta-feira passada, cifram em 660 os mortos no terremoto e o Procurador-geral do Estado, Francês Chiriboga, informou na últimas horas que um corpo foi encontrado entre os escombros.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s