Marroquino é o 1º condenado por agressões em Colônia

Outros dois suspeitos, um marroquino e tunisiano com cerca de 20 anos, comparecerão ante os tribunais, também acusados de roubo

Um marroquino foi condenado nesta quarta-feira em Colônia a seis meses de prisão com sursis por roubo, na primeira condenação depois das agressões ocorridas naquela cidade do oeste da Alemanha, atribuídas a imigrantes.

Outros dois suspeitos, um marroquino e tunisiano com cerca de 20 anos, comparecerão ante os tribunais, também acusados de roubo.

Mas nenhum desses casos diz respeito aos delitos sexuais cometidos na noite de Ano Novo, no qual centenas de mulheres foram agredidas por homens bêbados e procedentes, segundo as autoridades, de países do norte da África.

O acusado de 23 anos, que admitiu os fatos e pediu desculpas, terá de pagar uma multa de cem euros.

Ele foi condenado pelo roubo de um celular de uma mulher que tirava uma foto de uma catedral local.

A mulher seguiu o ladrão, o que tornou possível sua prisão.

Na noite de réveillon passado, Colônia foi cenário de uma onda de agressões sexuais contra mulheres atribuídas a imigrantes. Mais de mil queixas foram apresentadas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s