Ministro critica executivos da Volkswagen que aceitam bônus

Empresa vai pagar mais de 60 milhões de euros em bônus referentes a 2015, ano do escândalo de fraude em medidores de poluentes

Frankfurt – O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, criticou o conselho executivo da montadora Volkswagen por não recusar receber seus bônus apesar de ter levado a companhia para a beira do colapso devido a um escândalo.

“Não tenho simpatia por executivos que primeiro levam uma companhia listada na Bolsa a uma crise que ameaça a sua existência e aí defendem seus próprios bônus em um debate público”, disse Schaeuble à revista alemã Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung.

“Isso mostra que algo não está funcionando.” A Volkswagen planeja pagar para os 12 atuais e outros ex-membros do seu conselho executivo um total de 63,24 milhões de euros em 2015, um ano no qual a maior montadora da Europa registrou perdas recordes devido a custos legais e indenizações por uma fraude na medição de emissões de poluentes.

A empresa contingenciou uma pequena parte dos bônus, mas liberará os recursos para os executivos posteriormente se alguns critérios de performance forem alcançados, incluindo a recuperação dos preços das ações da empresa.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s