Ministros turco e russo abordam normalização das relações

O chanceler russo acrescentou que nas conversas de hoje serão abordados "alguns assuntos para impulsionar esse processo"

Moscou – Os ministros de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e Turquia, Mevlut Cavusoglu, iniciaram nesta sexta-feira conversas em Sochi (Rússia), em sua primeira reunião após o anúncio sobre o começo da normalização das relações entre ambos países.

“Acreditamos que esta reunião, depois da mensagem que Putin (o presidente russo Vladimir) recebeu de (presidente turco Recep Tayyip) Erdogan, sirva para marcar a tônica acertada das ações para a normalização de nossas relações”, disse Lavrov ao começo da reunião, segundo veículos de imprensa russos.

O chanceler russo acrescentou que nas conversas de hoje serão abordados “alguns assuntos para impulsionar esse processo”.

Enquanto isso, o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, declarou em Moscou que Putin e Erdogan poderiam se reunir antes da cúpula do G20, que será realizada em Pequim no começo de setembro.

Cavusoglu, segundo a agência “Interfax”, indicou que a Turquia falou sobre a possibilidade da reunião de ambos líderes ser realizada em agosto, em Sochi, balneário a margens do Mar Negro.

O presidente russo encarregou nesta quarta-feira seu governo de preparar as medidas para a normalização total das relações entre Rússia e Turquia, após manter uma conversa telefônica com Erdogan.

Os dois líderes, em um primeiro contato após o abatimento por Ancara de um avião militar russo na fronteira turco-síria, acordaram estudar a possibilidade de realizar uma cúpula bilateral para abordar as relações entre ambos países, praticamente congeladas desde o incidente em que morreu um piloto russo.

“Quero informar que depois da carta enviada pelo presidente da Turquia, foi tomada a decisão de começar o processo de normalização com os parceiros turcos”, disse Putin em reunião com o governo, em alusão à mensagem em que Erdogan se desculpou pelo problema com o avião.

O anúncio de reativação das relações entre Moscou e Ancara aconteceu horas depois dos atentados de terça-feira no aeroporto Atatürk de Istambul, que deixaram 43 mortos e 239 feridos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s