33 membros do EI morreram em 3 dias de bombardeios franceses

Os bombardeios aconteceram sobre a cidade de Raqqa, o reduto principal dos jihadistas na Síria

Beirute – Pelo menos 33 combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) morreram nos últimos três dias em bombardeios de aviões franceses sobre a cidade de Raqqa, o reduto principal dos jihadistas na Síria, informou nesta quarta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

A ONG destacou que, além dos ataques aéreos da França, aviões de de outra nacionalidade bombardearam a cidade, mas não detalhou sua origem.

A Rússia anunciou ontem que tinha aumentado os bombardeios contra as posições dos extremistas em território sírio. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s