Obama diz que “não há justificativa” para matar policiais

"Condeno nos termos mais fortes o ataque contra os agentes da lei em Baton Rouge", disse o presidente dos EUA

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou neste domingo que não há justificativa possível para a violência contra agentes da lei, após a morte de três policiais em um ataque realizado por vários indivíduos armados em Baton Rouge, no estado da Louisiana, no sul do país.

“Condeno nos termos mais fortes o ataque contra os agentes da lei em Baton Rouge”, disse Obama em um comunicado divulgado pela Casa Branca, no qual lembrou que esta é a segunda vez em duas semanas que ocorre um incidente deste tipo, após o assassinato de cinco policiais em Dallas (Texas) por um homem que disse que seu objetivo era “matar agentes brancos”.

“Pela segunda vez em duas semanas, os policiais que põem suas vidas em risco todos os dias por nós, foram assassinados em um ataque covarde quando estavam fazendo seu trabalho”, disse Obama.

A polícia de Baton Rouge suspeita que o ataque de hoje, realizado por três indivíduos, um deles morto na troca de tiros com os policiais, foi uma emboscada. Uma operação de busca está sendo realizada por toda a cidade para encontrar os dois foragidos.

Apesar de os motivos do ataque ainda serem desconhecidos, o incidente ocorreu em um momento que os EUA vivem forte tensão racional e protestos devido aos casos mais recentes de violência policial, um deles registrado exatamente em Baton Rouge.

“Esses são ataques contra servidores públicos, contra o estado de direito e contra a sociedade civilizada. E eles têm que terminar”, destacou Obama na mensagem divulgada pela Casa Branca.

“Não há justificativa possível para a violência contra os agentes da lei. Nenhuma. Eram nossos compatriotas, parte de nossa comunidade, de nosso país, com pessoas que os amavam e precisam que agora façamos, todos nós, o melhor”, afirmou o presidente.

Obama disse ter oferecido ao governador da Louisiana, John Bel Edwards, e ao prefeito de Baton Rouge, Melvin Holden, todo o apoio das autoridades federais nas investigações e reiterou que esses ataques são “obras de covardes que não representam ninguém”. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s