Obama pede ajuda à Rússia na luta contra o Estado Islâmico

Presidente americano também disse esperar que Moscou aceite uma transição de liderança na Síria

KUALA LUMPUR – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse neste domingo que seu país e aliados não cederão na luta para combater os extremistas islâmicos e que iriam caçar seus líderes e cortar o financiamento do grupo.

“Destruir (o Estado Islâmico) não é apenas uma meta realista”, disse ele em entrevista coletiva após uma reunião de líderes asiáticos na Malásia. “Vamos tomar de volta terras onde eles estão atualmente, retirar o seu financiamento, caçar liderança, desmantelar as suas redes, linhas de abastecimento e nós vamos destruí-los.”

Obama disse que “seria útil” se a Rússia direcionasse seu foco sobre o combate ao Estado Islâmico e que esperava que Moscou aceitasse uma transição de liderança na Síria que significasse seu presidente deixar o cargo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s