Oito feridos em explosão perto de quartel em Istambul

A explosão ocorreu "dentro de um carro" no distrito de Sancaktepe, indicaram as cadeias de informação NTV e CNN-Türk

Ao menos oito pessoas ficaram feridas nesta quinta-feira perto de um quartel em Istambul devido a uma explosão de um carro-bomba quando passava por um veículo militar, informaram meios de comunicação turcos.

A explosão ocorreu “dentro de um carro” no distrito de Sancaktepe, indicaram as cadeias de informação NTV e CNN-Türk.

Ao menos oito pessoas, entre elas cinco soldados, ficaram feridas e um civil se encontrava em estado grave, indicou o governador de Istambul, Vasip Sahin, citado pelas emissoras de televisão, que divulgaram imagens de um carro em chamas em uma estrada.

O quartel abriga uma brigada mecanizada do Exército.

A Turquia se encontra em estado de alerta máximo por conta de uma série de atentados atribuídos ao Estado Islâmico (EI) ou relacionados com o conflito curdo, em particular em Ancara e Istambul, que têm deixado dezenas de vítimas.

Na terça-feira, três pessoas morreram e 45 ficaram feridas na explosão de outro carro-bomba quando passava por um carro da polícia em Diarbaquir, principal cidade do sudeste da Turquia, de maioria curda.

O ataque foi reivindicado pelo Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que no último verão retomou a luta armada contra as forças de segurança turcas.

Na semana anterior três policiais morreram e 21 pessoas ficaram feridas em Gaziantep, perto da fronteira síria, um atentado cometido, segundo o ministro do Interior turco, pelo grupo Estado Islâmico.

Integrante da OTAN e da coalizão antijihadista encabeçada pelos Estados Unidos, a Turquia havia reforçado suas operações contra o EI no norte da Síria, onde os jihadistas controlam zonas na fronteira turca.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, declarou nesta quinta-feira que a Turquia colocará em andamento “os preparativos necessários para limpar o outro lado da fronteira (síria)” devido à situação que se vive em Kilis, cidade fronteiriça turca que sofreu vários ataques atribuídos ao EI.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s