OMS recomenda que grávidas adiem viagens a locais com zika

A entidade enfatizou que, de maneira geral e exceto no caso das gestantes, "não recomenda qualquer restrição de viagem ou comércio"

Genebra- A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou às mulheres grávidas nesta sexta-feira “adiar” seus planos de viagem a qualquer região com a presença do vírus do zika, pelos temores sobre sua possível vinculação com casos de microcefalia e transtornos neurológicos.

No entanto, a entidade enfatizou que, de maneira geral e exceto no caso das gestantes, “não recomenda qualquer restrição de viagem ou comércio” em relação com esta doença.

Em um guia específico sobre viagens para locais com o zika vírus, a OMS também destacou que, como medida preventiva, alguns governos podem emitir recomendações próprias de saúde pública e de viagem a seus cidadãos. Isso em função da “evidência disponível e dos fatores de risco locais”.

O vírus do zika é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti e não pelo contato entre pessoas.

Contudo, já foram registrados dois casos de transmissão através do ato sexual.

Por essa razão, o organismo ressaltou que homens e mulheres que retornem de zonas afetadas pela doença devem manter relações sexuais com uso de preservativo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s