ONGs mostram nas ruas de Paris desacordo com acordo da COP21

Várias manifestações percorreram neste sábado as ruas de Paris convocadas por ONGs para mostrar desacordo com as conclusões da cúpula do clima de Paris COP21

Paris – Várias manifestações percorreram neste sábado as ruas de Paris convocadas por ONGs para mostrar desacordo com as conclusões da cúpula do clima de Paris (COP21), que consideram insuficientes para combater o aquecimento climático.

A principal delas foi convocada junto ao Arco do Triunfo, onde os manifestantes, vestidos majoritariamente de vermelho, traçaram uma linha dessa mesma cor com a qual quiseram simbolizar os limites que não devem ser superados e a fronteira entre as vítimas do aquecimento global e seus causadores.

O delegado regional da polícia de Paris, Michel Cadot, lembrou que as manifestações estão proibidas pelo estado de emergência, mas reconheceu que três delas seriam toleradas, embora anunciou o desdobramento de cerca de 2.000 agentes para evitar atos violentos como os que ocorreram há duas semanas por ocasião da abertura da COP21.

“A mudança climática tem que ser liderada por cidadãos, não podemos confiar em nossos políticos porque estão fracassando há 23 anos”, garantiu à Agência Efe o ativista de Ecologistas em Ação Samuel Martín Sosa.

Segundo sua opinião, o acordo alcançado em Paris “não tem as bases de uma verdadeira transição energética”.

Stelle Letouzet, septuagenária que milita nas “Avós pelo clima”, garantiu que a geração atual “tem que defender o futuro de seus filhos” e pediu que sejam os cidadãos “que vigiem o cumprimento dos compromissos” da COP21.

“O que estamos a ponto de conhecer é um acordo medíocre. Os países não conseguem entrar em acordo sobre os objetivos de redução de emissões que necessitamos. Por isso estamos hoje aqui, para dize que se eles não fizerem, nós vamos conseguir”, garantiu o peruano Antonio Zambrano.

Em um ambiente festivo, com tulipas vermelhas e rosas da mesma cor, os manifestantes levavam cartazes com o lema de “Justiça climática” e “Estado de emergência climático”. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s