50.000 fugiram de ataque do Boko Haram no Níger

Testemunhas afirmaram que o grupo ainda ocupa a cidade, apesar do governo nigerino ter afirmado na segunda-feira que Bosso estava totalmente sob controle

Um total de 50.000 pessoas fugiram de um ataque executado na semana passada pelo grupo extremista Boko Haram em Bosso, sudeste do Níger, afirmou o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

Testemunhas afirmaram que o grupo ainda ocupa a cidade, apesar do governo nigerino ter afirmado na segunda-feira que Bosso estava totalmente sob controle. Não foi possível entrar em contato diretamente com moradores da cidade.

“Calculamos que 50.000 pessoas fugiram do ataque de sexta-feira, a maioria delas a pé até a cidade de Toumour, 30 km ao oeste de Bosso”, afirmou o porta-voz do Acnur, Adrian Edwards.

Estas pessoas não têm alojamento e precisam de ajuda, explicou o porta-voz.

Outras pessoas seguem para Diffa, 140 km ao oeste de Bosso, ou Kabelawa, ao norte, onde existe um acampamento que pode abrigar até 10.000 pessoas e que já está quase completo.

O ataque em Bosso foi um dos mais violentos executados pelo Boko Haram em Níger desde que o país entrou em guerra contra os insurgentes islamitas nigerianos em fevereiro de 2015.

De acordo com as autoridades, o ataque deixou 26 mortos do lado governista e 55 entre os integrantes do Boko Haram.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s