ONU denuncia mais de 1.500 detenções arbitrárias em Cuba

O Escritório de Direitos Humanos da ONU não tem representação em Cuba, mas "tem contatos no país e trabalha com organizações da sociedade civil"

Genebra – A Organização das Nações Unidas (ONU) revelou nesta terça-feira que mais de 1.500 pessoas foram presas em Cuba de forma arbitrária nos primeiros 15 dias deste mês, em muitos casos sem ordem judicial e antes de reuniões ou manifestações previstas.

“Observamos um aumento das detenções, algumas são muito curtas e a pessoa é liberada em poucas horas ou em alguns dias, mas esta é uma apavorante mensagem para os defensores dos direitos humanos e ativistas da sociedade civil”, disse a porta-voz do Escritório de Direitos Humanos da ONU, Cécile Pouilly, em um comparecimento perante a imprensa.

O Escritório de Direitos Humanos da ONU não tem representação em Cuba, já que nunca obteve autorização para isso, mas “tem contatos no país e trabalha com organizações da sociedade civil que estão lá”.

Em uma declaração escrita, o alto comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad Al Hussein, disse estar alarmado pelo “número extremamente alto de detenções arbitrárias e de curto prazo” nas últimas semanas.

“Esta situação equivale a assédio e tudo aponta a que estão voltadas a evitar que as pessoas exerçam seu direito à liberdade de expressão e de reunião”, disse ele.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s