Operação mata 150 integrantes do Boko Haram na Nigéria

Cerca de 150 membros do grupo jihadista morreram em uma operação conjunta do Exército, patrulhas cidadãs e caçadores no estado de Adamawa

Lagos – Cerca de 150 membros do grupo jihadista Boko Haram morreram em uma operação conjunta do Exército, patrulhas cidadãs e caçadores no estado de Adamawa, no nordeste da Nigéria, informaram nesta quinta-feira fontes de segurança.

Durante a operação, que foi desenvolvida na fronteira entre Madagali e Gwoza, também foram resgatadas 36 mulheres e crianças, afirmou um porta-voz do grupo de vigilantes da região, Bukar Jimeta, ao jornal nigeriano “The Punch”.

Além disso, os soldados nigerianos apreenderam armamento sofisticado dos terroristas durante a ação militar, que ocorreu após eles terem recebido informações que alertavam de um próximo ataque do Boko Haram na região.

“As tropas nos pediram para que nos uníssemos a eles na operação, que deu bons resultados. Tivemos sucesso na hora de matar, pelo menos, 150 membros do Boko Haram. Recuperamos quatro fuzis AK-47, sete granadas, seis artefatos explosivos caseiros e 15 revólveres”, revelou o porta-voz.

O chefe do grupo de caçadores, Young Morris, também destacou o sucesso da operação, na qual os militares recuperaram 155 cabeças de gado, levadas à base do Exército em Magadali.

O Exército nigeriano intensificou sua campanha militar contra o Boko Haram antes de dezembro de 2015, data limite estabelecida pelo presidente do país, Muhammadu Buhari, para pôr fim ao grupo radical que matou 17 mil pessoas desde 2009. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s