País que negar asilo pagará 250 mil euros por refugiado

A UE também deu seu aval para que cinco países prolonguem os controles nas fronteiras internas do espaço de livre circulação Schengen por seis meses

A Comissão Europeia propôs nesta quarta-feira instaurar uma contribuição de solidariedade de 250.000 euros por pessoa para os países que se negarem a participar da divisão automática quando forem registradas chegadas em massa de solicitantes de asilo à UE.

Este montante será entregue ao país que receber um solicitante de asilo que outro membro do bloco não quiser acolher, indicou a Comissão Europeia.

A Comissão revelou nesta quarta suas propostas de modificação do regulamento de Dublim sobre o asilo.

A Comissão também deu seu aval para que cinco países da UE prolonguem os controles nas fronteiras internas do espaço de livre circulação Schengen por seis meses.

A medida permitirá que Alemanha, Áustria, Dinamarca, Suécia e Noruega mantenham os controles de fronteira que reinstauraram pela pressão migratória, assinalou o comissário para Migração, Dimitris Avramopoulos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s