Papa pede modelo de desenvolvimento que respeite a dignidade

"Espero que o evento possa sensibilizar as autoridades, as instituições políticas e econômicas e a sociedade civil", afirmou

Cidade do Vaticano – O papa Francisco manifestou neste 1º de maio, Dia do Trabalho, seu desejo de que as autoridades e as instituições promovam um “modelo de desenvolvimento que leve em conta a dignidade humana” e que respeite as leis sobre o trabalho.

O pontífice assim se pronunciou após a oração do “Regina Coeli”, que substitui o Ângelus em tempo pascal, e ao lembrar que na segunda-feira começa em Roma uma conferência internacional sobre o mercado de trabalho intitulada “O desenvolvimento sustentável e as formas mais vulneráveis de trabalho”.

“Espero que o evento possa sensibilizar as autoridades, as instituições políticas e econômicas e a sociedade civil para que seja promovido um modelo de desenvolvimento que leve em conta a dignidade humana, em pleno respeito à legislação sobre o trabalho e ao meio ambiente”, defendeu o pontífice.

Ontem o papa publicou uma mensagem em seu perfil no Twitter na qual ressaltava que “trabalhar é próprio da pessoa” e “expressa sua dignidade de criatura feita à imagem de Deus”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s