Papa viajará à Armênia para rezar pela paz regional

O governo da Armênia, país independente desde 1991, calcula de 1,5 milhão de pessoas foram exterminadas entre 1915 e 1917

O Papa Francisco lembrará neste fim de semana, em visita à Armênia, a matança de armênios ocorrida há um século, durante o Império Otomano, e rezará pela paz naquela região, informou o Vaticano, que evitou usar a controvertida palavra genocídio.

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, evitou usar a palavra genocídio, uma definição que Francisco já usou em abril de 2015 e que levou a Turquia a chamar seu embaixador para consultas.

O governo da Armênia, país independente desde 1991, calcula de 1,5 milhão de pessoas foram exterminadas entre 1915 e 1917, e que se tratou de um genocídio, mas a Turquia insiste que não houve um plano de extermínio e sim ocorreu um conflito civil, que custou a vida de 300.000 e 500.000 armênios e turcos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s