“Perdemos a batalha, mas não a guerra”, afirma Evo Morales

"Respeitamos os resultados, faz parte da democracia", afirmou em uma coletiva de imprensa

O presidente boliviano, Evo Morales, no poder desde 2006, reconheceu nesta quarta-feira sua derrota no referendo de domingo, que rejeitou sua intenção de se candidatar ao quarto mandato consecutivo (2020-2025).

“Respeitamos os resultados, faz parte da democracia”, afirmou em uma coletiva de imprensa no Palácio Quemado em La Paz, quando acrescentou que “perdemos a batalha, mas não perdemos a guerra”.

“A luta continua”, disse ainda.

Segundo a contagem oficial do Organismo Eleitoral Plurinacional (OEP) boliviano, após a apuração de 99,72% dos votos, o “não” venceu com 51,30%, contra 48,70% para o “sim”.

A tendência é irreversível.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s