Polícia italiana detém 48 suspeitos de vínculo com máfia

Os detidos são acusados de associação mafiosa, tráfico internacional de drogas e posse ilegal de armas

Roma – A polícia italiana deteve nesta segunda-feira 48 pessoas por suposto vínculo com a máfia calabresa, a ‘Ndrangheta’, na cidade italiana de Reggio Calabria, no sul do país.

Os detidos, acusados de associação mafiosa, tráfico internacional de drogas e posse ilegal de armas, pertenciam aos clãs de Aquino-Coluccio, Commisso e Crupi, e estes dois últimos poderiam dispor de ramificações na Holanda e Canadá, segundo suspeitam as autoridades policiais, citadas por meios de comunicação locais.

A operação realizou de forma conjunta pelo corpo especial dos Carabineiros (Polícia Militar) do Grupo Operacional Especial (ROS) de Roma, as autoridades policiais da Calábria e da Polícia de Estado.

As Procuradorias de Roma e da Calábria emitiram 54 ordens de detenção, mas só 48 pessoas foram detidas, porque as outras estão fora do país e é necessária uma ordem de detenção para o estrangeiro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s