Policiais ficam feridos em protesto trabalhista na França

O número de detenções chegou a 921 desde o início dos protestos há dois meses

Paris – As manifestações convocadas na quinta-feira na França contra a reforma trabalhista do governo socialista deixou um saldo de 78 agentes feridos e 214 pessoas detidas, anunciou nesta sexta-feira o ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, com os últimos números sobre os distúrbios.

O número de detenções chegou a 921 desde o início dos protestos há dois meses contra esse projeto do Governo que começará a ser debatido no Parlamento na próxima terça-feira.

“Estas violências são inaceitáveis”, advertiu o ministro em Estrasburgo, no leste da França, onde afirmou que os responsáveis não ficarão impunes.

A manifestação reuniu em todo o país cerca de 170 mil pessoas, segundo as autoridades, e cerca de 500 mil, segundo os sindicatos, frente 390 mil e 1,2 milhão, respectivamente, do evento do dia 31 de março.

Os sindicatos estão convencidos que podem manter a pressão até que o governo do presidente François Hollande renuncie a essa reforma vista como liberal demais, e as concessões feitas até o momento pelo Executivo não conseguiram conter o descontentamento. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s