Protesto em Caracas; Trump perto…

Protestos na Venezuela

Opositores de Nicolás Maduro foram às ruas da capital Caracas nesta quinta-feira para pedir a realização de um referendo sobre a permanência do presidente venezuelano no cargo. O partido Unidade Democrática, líder da oposição, estima que 1 milhão de pessoas tenham participado da manifestação. O objetivo é pressionar o governo e a Justiça a aceitar o pedido de referendo. Os opositores já reuniram a quantidade necessária de assinaturas, mas elas ainda precisam ser validadas, o que a Justiça afirmou que fará em outubro — a oposição deseja que o processo seja antecipado.

Peña Nieto: não pagaremos 

Em sua conta no Twitter, o presidente republicano Enrique Peña Nieto disse que o México não pagará pela barreira que o presidenciável Donald Trump pretende construir no sul dos Estados Unidos para evitar a entrada de imigrantes vindos de território mexicano. “Repito o que lhe disse pessoalmente, sr. Trump: o México jamais pagará por um muro”, escreveu Peña Nieto. Trump encontrou-se com o presidente ao visitar o México na quarta-feira 31 e, logo em seguida, já de volta aos Estados Unidos, discursou reiterando que, se eleito em novembro, construirá um muro na fronteira com o México — e que os mexicanos arcarão com os custos.

Trump se recupera

A vantagem da democrata Hillary Clinton sobre Donald Trump na corrida presidencial caiu abruptamente em duas novas pesquisas: a ex-secretária de Estado lidera por 48% a 42% das intenções de voto num levantamento feito pela Fox; e por apenas 1 ponto na pesquisa da Reuters/Ipsos — ela tem 40% do eleitorado, ante 39% de Trump. Na média dos últimos levantamentos, Clinton está menos de 5 pontos à frente do rival republicano — essa vantagem já chegou a ser de 8% em agosto. Outra pesquisa, da Suffolk University e do USA Today, também mostrou que 76% do eleitorado quer ver o terceiro colocado, o libertário Gary Johnson, nos debates presidenciais — ainda que ele tenha apenas 9% das intenções de voto, menos do que os 15% necessários para aparecer na TV.

Merkel e Hollande pedem paz 

A Alemanha e a França estão “extremamente preocupadas” com as tensões entre a Rússia e a Ucrânia acerca da questão da Crimeia — ex-território anexado pelos russos em 2014. O presidente francês, François Hollande, e a chanceler alemã, Angela Merkel, fizeram uma declaração conjunta nesta quinta-feira e vão se encontrar com o presidente russo, Vladimir Putin, na próxima semana. Os líderes europeus pediram um cessar-fogo nos embates no Leste Europeu, assunto que deve ser discutido na reunião com Putin.

Cook: lixo político

Para Tim Cook, presidente da empresa de tecnologia Apple, a multa de 13 bilhões imposta à companhia pela Comissão Europeia foi um “lixo político”. Em entrevista publicada no jornal irlandês Irish Independent nesta quinta-feira, Cook disse também que a Apple e os irlandeses precisam trabalhar juntos e “a Irlanda está sendo alvo e isso é inaceitável”. A Comissão Europeia ordenou na terça-feira que a Apple devolva 13 bilhões de euros em impostos à Irlanda por ter recebido condições especiais de tarifas no país nos últimos anos — foi a maior multa dessa natureza na história europeia.

Pokémon Go questionado

A desenvolvedora de softwares Niantic, dona do game Pokémon Go, recebeu uma carta do senador democrata Alan Stuart Al Franken, do Minnesota, questionando a privacidade do jogo e pedindo explicações sobre como a empresa usa os dados dos jogadores. A Niantic respondeu detalhando o tipo de informação que o aplicativo registra, além de reiterar que solicita autorização dos pais para jogadores menores de 13 anos. As dúvidas sobre privacidade aumentam à medida que a companhia começa a estabelecer parcerias com lojas e outros locais que desejam receber pokémons — as chamadas poke stops. 

Explosão da SpaceX

Uma explosão nesta quinta-feira destruiu um foguete Falcon 9 da empresa de transporte espacial SpaceX, do bilionário Elon Musk, durante um teste rotineiro de lançamento. O equipamento seria usado para levar, no fim de semana, um satélite da operadora de comunicações israelense Spacecom. A SpaceX informou em comunicado que o acidente foi causado por uma “anomalia” durante o teste, e que não houve feridos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s