Rebeldes curdos se aproximam de reduto do EI na Síria

Coalizão de grupos curdos e árabes apoiadas pelos Estados Unidos, continuam avançando e estão agora a cinco quilômetros da cidade estratégica de Minbej

As tropas das Forças Democráticas Sírias (FDS) combatiam neste domingo a apenas cinco quilômetros da cidade de Minbej, reduto do Estado Islâmico no norte da Síria, perto da fronteira com a Turquia, perto de uma estrada que leva a Raqa, capital síria do grupo extremista.

Os combatentes das FDS, uma coalizão de grupos curdos e árabes apoiadas pelos Estados Unidos, continuam avançando e “estão agora a cinco quilômetros da cidade estratégica de Minbej”, afirmou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Desde o início da ofensiva contra a cidade em 31 de mairo, as FDS assumiram o controle de 16 vilarejos e granjas na área ao oeste do rio Eufrates. No sábado cortaram a principal via de abastecimento do EI entre Minbej e Raqa.

Ocupar Minbej permitiria cortar completamente a via que o EI utiliza para “fazer ir e vir combatentes, armas, dinheiro e material” entre a fronteira turca e Raqa, explicou o coronel Pat Ryder, porta-voz do Centcom, o comando militar dos Estados Unidos para o Oriente Médio.

As forças rebeldes ganharam quase “100 quilômetros quadrados de território” ao oeste do Eufrates.

As forças especiais americanas mobilizadas no nordeste da Síria assessoram as tropas das FDS, mas não participam nos combates diretamente, informou Ryder.

Ao mesmo tempo, o EI enfrenta duas operações militares na província de Raqa. De um lado o exército sírio, apoiado pela aviação russa, avança a partir do sudoeste, enquanto as FDS avançam a partir do norte.

As forças governamentais estavam no sábado a 40 km de Tabqa, que fica a quase 50 km de Raqa.

O primeiro objetivo do regime sírio é conquistar Tabqa, às margens do Eufrates, onde existe uma prisão controlada pelo EI e um aeroporto militar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s