Rubio promete dar marcha ré à aproximação com Cuba se eleito

Em discurso pronunciado em Nova York, Rubio disparou duramente contra a política externa da Administração de Barack Obama

Nova York – O pré-candidato republicano à Casa Blanca Marco Rubio prometeu nesta sexta-feira que, se for eleito presidente dos Estados Unidos, dará imediatamente marcha ré à aproximação com Cuba e ao pacto nuclear internacional alcançado com o Irã.

Em discurso pronunciado em Nova York quase em paralelo ao hasteamento da bandeira americana na embaixada de Havana, Rubio disparou duramente contra a política externa da Administração de Barack Obama.

“O presidente Obama recompensou o regime dos Castro por suas táticas repressoras e sua persistente e paciente oposição aos interesses americanos”, garantiu o senador republicano pela Flórida.

Rubio acusou Obama de acabar com uma política mantida durante meio século por presidentes dos dois partidos e de permitir que o governo de Cuba receba “legitimidade internacional e um estímulo econômico” para continuar com sua “repressão ao povo cubano”.

“E como símbolo do errado que foi este giro político, nenhum dissidente cubano foi convidado hoje à cerimônia oficial do hasteamento da bandeira na embaixada dos EUA em Havana”, insistiu o senador de origem cubana.

Assim, Rubio prometeu que se chegar à Casa Branca dará aos Castro duas escolhas. “Ou continuam reprimindo sua gente e perdem as relações diplomáticas e os benefícios dados pelo presidente Obama, ou realizam reformas políticas e de direitos humanos significativas e recebem mais comércio, investimento e apoio dos EUA”.

Além disso, Rubio garantiu que voltará a colocar Cuba na lista de Estados que patrocinam o terrorismo “até que deixe de apoiar organizações terroristas estrangeiras, ajudar a Coreia do Norte a evadir sanções internacionais ou receber fugitivos da Justiça americana”.

Rubio disse também que faria todo o possível para dar apoio ao movimento cubano em favor da democracia para que os cubanos tenham acesso à informação sem censura e para privar os Castro dos fundos para financiar a repressão.

Além da Cuba, o aspirante republicano dedicou boa parte de seu discurso perante o Foreign Policy Initiative ao acordo nuclear negociado pelas potências internacionais com o Irã.

Rubio garantiu que se ganhar as eleições, voltará a impor duras sanções contra o Irã e posicionará tropas americanas no Oriente Médio para “restaurar uma opção militar crível”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s