Rússia diz que enviaria tropas à Síria, se necessário

O governo russo negou as acusações de que enviou tropas à Síria

Moscou – O governo da Rússia afirmou que consideraria enviar tropas para combater na Síria, caso Damasco fizesse um pedido nesse sentido, de acordo com um porta-voz do presidente Vladimir Putin.

O porta-voz Dmitry Peskov respondeu às declarações do ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid al-Moallem, que negou as reportagens segundo as quais as tropas de combate russas estavam combatendo com as sírias, mas que Damasco iria pedir ajuda russa, se necessário.

Caso uma solicitação seja feita, será “discutida e considerada”, disse Peskov.

Em meio às preocupações dos Estados Unidos com o reforço militar russo na Síria, o ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, pediu nesta quinta-feira que Washington e seus aliados se envolvam como um “parceiro” com o governo sírio, na luta contra o Estado Islâmico.

O ministro sírio disse que as tropas russas não eram por ora necessárias.

Segundo ele, as tropas sírias têm capacidade, mas precisam de mais munição e de armamento mais pesado, para enfrentar o armamento dos grupos terroristas. Al-Moallem afirmou que a Rússia havia “aumentado o ritmo” da oferta de armas e munição ao país. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s