Sarajevo não concorda com absolvição de Seselj por crimes

"Não posso entender que seja absolvido alguém que, provado, participou do planejamento de tudo o que ocorreu durante a agressão à Bósnia-Herzegovina"

Sarajevo – O primeiro-ministro da Bósnia, Danis Zvizdic, se mostrou incrédulo perante o veredicto absolutório ao líder ultranacionalista sérvio Vojislav Seselj ditado nesta quinta-feira pelo Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII).

“Não posso entender que seja absolvido alguém que, provado, participou do planejamento de tudo o que ocorreu durante a agressão à Bósnia-Herzegovina”, disse Zvizdic, segundo informa em seu site o jornal bósnio “Avaz”.

A decisão do TPII causou também consternação entre as associações de familiares das vítimas da guerra bósnia.

“É uma decisão ( judicial ) política clássica (…), e é incrível”, declarou Fikret Grabovica, da Associação dos pais das criança assassinadas de Sarajevo.

O TPII declarou hoje Seselj inocente dos crimes de guerra e contra a humanidade cometidos entre 1991 e 1994 na Bósnia, Croácia e Sérvia ao considerar que a Procuradoria não conseguiu provar que o mesmo cometeu cometido algum dos nove crimes pelos quais era acusado.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s