Sob pressão, Platini perde importante assessor

O presidente da Uefa perdeu seu chefe de gabinete, que vai tirar uma licença

Zurique – O presidente da Uefa, Michel Platini, que está envolvido em uma investigação sobre um pagamento feito a ele pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, perdeu os serviços de um de seus principais assessores.

A Uefa, entidade que controla o futebol europeu, disse nesta quinta-feira que Kevin Lamour, chefe de gabinete do presidente, vai tirar uma licença.

Um porta-voz da Uefa afirmou que a decisão de Lamour não tinha qualquer relação com a investigação suíça sobre o pagamento feito por Blatter a Platini em 2011, de 2 milhões de francos suíços.

“Estava acordado há vários meses que Kevin iria tirar uma licença no final de setembro, após a reunião do comitê executivo em Malta”, disse o porta-voz. “A duração da licença ainda não foi confirmada.”

Embora a saída de Lamour não tenha ligação com a investigação e ao processo que envolve Platini, o fato deixa o francês sem um assessor de confiança em um momento difícil.

Platini, que nega qualquer irregularidade, é candidato a substituir Blatter como presidente da Fifa na eleição de fevereiro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s