Suspeito de matar jornalistas morre após tentar suicídio

Vester Flanagan, o suspeito de ter matado dois jornalistas a tiros durante uma entrevista transmitida ao vivo, morreu em um hospital do estado da Virginia

Washington -you, o suspeito de ter matado dois jornalistas a tiros na manhã desta quarta-feira, durante uma entrevista transmitida ao vivo, morreu em um hospital do estado da Virginia (EUA) para onde foi levado após tentar se suicidar, de acordo com Bill Overton, xerife do condado de Franklin.

Flanagan, que também era jornalista, teria atirado em si mesmo em uma rodovia enquanto fugia da polícia, cinco horas depois de assassinar à queima-roupa dois ex-colegas: a repórter Alison Parker, de 24 anos, e o cinegrafista Adam Ward, de 27, que trabalhavam para a emissora “WDBJ7”, afiliada da rede de televisão “CBS”.

O suspeito foi funcionário da emissora de 29 de março de 2012 a 1º de fevereiro de 2013, adotando profissionalmente o nome Bryce Williams.

A representante da Câmara do Comércio da Região de Smith Mountain Lake, Vicki Gardner, que era entrevistada no momento em que Flanagan começou a atirar, foi atingida na parte de trás do pescoço, segundo a “WDBJ7”, e passou por cirurgia, mas seu estado de saúde é estável.

Overton afirmou em entrevista coletiva que ainda são desconhecidos os motivos que levaram o jornalista a cometer os crimes.

Segundo ele, Flanagan fugiu de carro após fazer os disparos e seguiu em direção a um aeroporto da região, onde trocou de veículo por outro que havia alugado no começo deste mês.

A polícia montou um esquema para capturá-lo, e o encontrou ferido, “com perfuração causada por tiro”. O carro estava fora da pista da rodovia.

O caso aconteceu por volta das 6h45 locais (7h45 de Brasília), quando Parker e Ward faziam uma entrevista ao vivo na praça Bridgewater, da pequena cidade rural de Moneta.

O assassino se aproximou por trás dos jornalistas e da entrevistada e abriu fogo, conforme pôde ser visto em um vídeo postado na internet e gravado pelo próprio criminoso, cuja arma também aparece.

Já na filmagem feita por Ward antes de morrer, são ouvidos disparos, a câmera cai no chão e gira e há sons de gritos, até que a transmissão é interrompida.

O suposto assassino teria divulgado mensagens no Twitter e no Facebook sobre o crime minutos antes e depois dos assassinatos, embora ainda não tenha sido confirmada a autenticidade destas publicações. As contas de Flanagan nessas redes sociais foram imediatamente suspensas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s