Terremoto no Chile é um dos de maior intensidade em 25 anos

O Chile foi também palco do terremoto considerado o de maior intensidade na história de quantos se têm registro, o de magnitude 9,5 em 1960

Madri – O terremoto de 8,4 graus na escala Richter, que sacudiu na quarta-feira o Chile e onde pelo menos causou oito mortos, é um dos de maior magnitude registrados nos últimos 25 anos no mundo.

O Chile foi também palco do terremoto considerado o de maior intensidade na história de quantos se têm registro. O de magnitude 9,5, ocorreu em 22 de maio 1960 em Valdivia e causou mais de 5.000 mortos.

Entre os terremotos de 8 ou mais graus na escala aberta de Richter desde 1990 estão os seguintes:

– 24 de junho de 2001. Peru: Morrem 102 pessoas em um terremoto de 8,4 graus no sul do país.

– 26 de dezembro de 2004. Indonésia: um terremoto de 9 graus com epicentro em Aceh (Sumatra) causa um total de 229.866 mortos em 12 países da Ásia e da África. O maremoto que se seguiu varreu extensas zonas litorâneas em Indonésia, Tailândia e Sri Lanka.

– 28 de março de 2005. Ilha de Nias (Indonésia): um terremoto no litoral de Nias de 8,6 graus causa entre 600 e 1.300 mortos e a maior morte de corais da história.

– 15 de agosto de 2007. Peru: um terremoto de 8,0 graus e 368 réplicas assola a costa do Peru e causa 595 mortos e 318 desaparecidos.

– 12 de maio de 2008. Província de Sichuan (China): um terremoto de 8 graus causa pelo menos 87 mil mortos, 375 mil feridos e 45 milhões de afetados.

– 27 de fevereiro de 2010. Chile: um terremoto de 8,8 graus no litoral central do Chile causa 526 mortos e 800 mil afetados.

– 11 de março de 2011. Japão: um terremoto de 9 graus e um tsunami sacodem a costa nordeste do Japão, especialmente em Miyagi, Iwate, e Fukushima, e causam 15.880 mortos, 2.698 desaparecidos e 80 mil evacuados por causa da crise nuclear desencadeada na usina nuclear de Fukushima.

Além destes aconteceram outros tremores de menor intensidade, mas que causaram um elevado número de vítimas, como foi o do Haiti, em janeiro de 2010, de 7 graus, que deixou 300 mil mortos; e o registrado em 8 de outubro de 2005 na Caxemira, região fronteiriça entre Paquistão e Índia, com uma magnitude de 7,6 graus e um resultado de mais de 55 mil mortos.

Também não alcançou os 8 graus na escala Richter o terremoto que afetou a Turquia em 17 de agosto de 1999 – de intensidade 7,6 – no qual morreram mais de 17 mil pessoas.

Entre os terremotos mais graves desde 1990 se destacam dois no Irã, o do dia 20 de junho de 1990, nas províncias de Gilan e Zanjan, que alcançou uma intensidade de 7,7 graus e causou 60 mil mortos; e o terremoto do dia 26 de dezembro de 2003, de 6,3 graus, mas que destruiu a cidade de Bam, e matou a mais de 26 mil pessoas.

Neste ano o terremoto mais grave foi o que sacudiu o Nepal no dia 25 de abril com intensidade de 7,8 graus e no qual morreram 8.889 pessoas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s