Tio do presidente paraguaio é detido por narcotráfico

Viveros Cartes deve completar uma sentença de 17 anos de prisão que lhe impuseram no Brasil em 2001 por esconder 235 quilos de cocaína.

O piloto Juan Domingo Viveros Cartes, tio do presidente do Paraguai, Horacio Cartes, foi preso por agentes antidrogas após uma aterrizagem forçada de seu avião em Caazapá, no sudeste de Assunção, procurado por narcotráfico, informou a polícia neste domingo.

Viveros Cartes deve completar uma sentença de 17 anos de prisão que lhe impuseram no Brasil em 2001 por esconder 235 quilos de cocaína.

O narcotraficante foi extraditado em 2007 para cumprir a sentença no Paraguai, onde é procurado também pela descoberta de 700 quilos de cocaína no Chaco paraguaio.

Foi beneficiado com medidas alternativas à prisão e novamente detido no Uruguai em 29 de julho de 2013 com um carregamento de maconha e libertado em fevereiro deste ano.

O ministro do Interior, Francisco de Vargas, disse no domingo passado a um jornalista que o chefe de Estado “deu a ordem de ser implacável e não ter nenhuma consideração” com seu tio. “De fato o presidente foi insistente e me disse: implacável, implacável”, enfatizou o alto funcionário.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s