Tremor em província argentina foi sentido no Paraguai

Tremor de 5,9 graus na escala Ritcher que atingiu a província argentina de Salta, onde deixou pelo menos um morto, também foi sentido em Assunção

Assunção – O tremor de 5,9 graus na escala Ritcher que atingiu neste sábado a nortista província argentina de Salta, onde deixou pelo menos um morto, também foi sentido em Assunção, a capital paraguaia, segundo o reporte da direção de Sismologia da Universidade Nacional de Assunção (UNA).

Em Assunção, situada a aproximadamente 700 quilômetros da origem do tremor, ele foi sentido 98 segundos após o início, segundo a direção de Sismologia da UNA.

O terremoto foi sentido em vários pontos da capital paraguaia e funcionários de alguns edifícios do centro da cidade foram evacuados, embora não houve reporte de danos e nem de feridos.

O tremor em Salta aconteceu às 11h33 GMT (8h33, em Brasília) a uma profundidade de 10 quilômetros e uma mulher morreu após o desabamento de uma escola do município de El Galpón, dentro da área mais afetada pelo sismo, segundo o argentino Instituto Nacional de Prevenção Sísmico (Inpres),

O Inpres informou que o epicentro se localizou a 123 quilômetros de Salta capital e a 51 quilômetros de Metán, a cidade mais próxima.

O terremoto durou 15 segundos e também foi sentido nas províncias vizinhas de Tucumán, Jujuy, Santiago del Estero e Catamarca, segundo meios de comunicação locais.

O Chile registrou dois tremores de magnitude 4,5 e 4,6 na escala Richter que foram sentidos nesta madrugada nas regiões de Tarapacá e Coquimbo, no norte do país, sem deixar vítimas ou danos visíveis, segundo as autoridades.

O primeiro movimento telúrico de magnitude 4,5 ocorreu às 7h01 GMT (4h01, em Brasília) e seu epicentro se localizou a 64 quilômetros ao sudoeste de Iquique, informou o centro sismológico da Universidad de Chile.

Outro tremor de magnitude 4,6 foi registrado às 8h38 GMT (5h38, em Brasília) e seu epicentro se localizou a 52 quilômetros ao noroeste de Los Vilos, uma das cidades litorâneas que foi mais afetada pelo terremoto de magnitude 8,4 e o posterior tsunami de 16 de setembro. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s