Tropas na Síria não são entrada dos EUA na guerra, diz Kerry

Segundo o secretário de Estado dos EUA, decisão de enviar forças especiais norte-americanas à Síria tem como único objetivo destruir o Estado Islâmico

Bishkek/Quirguistão – A decisão do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de enviar forças especiais para a Síria é estritamente focada no combate ao Estado Islâmico e não representa a entrada na guerra civil da Síria, afirmou o secretário de Estado dos EUA, John Kerry.

“O presidente Obama tomou uma decisão muito forte, vigorosa e simples, totalmente de acordo com sua política originalmente declarada de que devemos derrotar e destruir o Daesh”, afirmou Kerry, usando o termo árabe para Estado Islâmico.

“Não é uma decisão de entrar na guerra civil da Síria. Não é uma ação voltada para (o presidente sírio, Bashar) Assad, é focada exclusivamente no Daesh e em aumentar a nossa capacidade de atacar rapidamente o Daesh”, disse Kerry em uma entrevista coletiva durante visita a capital do Quirguistão, Bishkek.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s