Trump volta a se autoproclamar como “Mister Brexit”

O candidato republicano comparou seu movimento político, baseado no protecionismo econômico e no fortalecimento das fronteiras, com a bem-sucedida campanha

Washington – O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a se autoproclamar nesta quinta-feira como “Mister Brexit“, um dia depois aparecer em um comício ao lado de Nigel Farage, político ultradireitista que liderou a campanha para que o Reino Unido deixasse a União Europeia.

“Podem me chamar de Mister Brexit”, afirmou Trump em um ato político realizado em Manchester, no estado de New Hampshire, no nordeste dos EUA, após antecipar o apelido pelo Twitter.

O candidato republicano comparou seu movimento político, baseado no protecionismo econômico e no fortalecimento das fronteiras, com a bem-sucedida campanha no Reino Unido que venceu de maneira inesperada o referendo sobre a saída do bloco europeu.

Trump aproveitou a oportunidade para atacar sua rival democrata, Hillary Clinton, a quem acusou de “ameaçar os eleitores” e de “apresentar americanos decentes como racistas”.

“Como assinalei ontem, essas são as mesmas táticas que os poderes estabelecidos usaram para tentar assustar os cidadãos britânicos para que não fossem votar pela mudança também. Não funcionou lá e não funcionará aqui”, disse o candidato republicano.

“Os americanos estão prontos para votar pela liberdade, as oportunidades e a justiça. Estão preparados para retomar o controle de seu futuro”, acrescentou o empresário nova-iorquino.

Trump se referia assim ao ato realizado ontem em Jackson, no Mississipi, no sul do país, onde apareceu acompanhado de Farage, a quem chamou de “brilhante” artífice do “Brexit”.

“Vim desde o Reino Unido com uma mensagem de esperança e de otimismo”, afirmou o líder ultradireitista, enviando uma mensagem para os apoiadores de Trump para que “vençam as pesquisas, os comentaristas, Washington, os grandes bancos e as multinacionais”.

As últimas pesquisas indicam que Hillary tem uma grande vantagem para Trump, tanto em nível nacional como em estados-chave nos quais se prevê uma ampla vitória da democrata nas eleições. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s