Turquia condena jornalistas por publicar caricatura

Segundo a agência de notícias estatal Anadolu, um tribunal de Istambul condenou os colunistas por fomentar "ódio e inimizade"

Istambul – A Justiça da Turquia sentenciou dois jornalistas de oposição ao governo a dois anos de prisão por ter publicado a controversa capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo que mostra uma caricatura do profeta Maomé.

Segundo a agência de notícias estatal Anadolu, um tribunal de Istambul condenou os colunistas do jornal Cumhuriyet Ceyda Karan e Hikmet Cetinkaya por fomentar “ódio e inimizade”. O tribunal os absolveu das acusações de “insulto aos valores religiosos”.

Os dois jornalistas devem apelar da decisão.

O Cumhuriyet publicou uma seleção de caricaturas e artigos em uma demonstração de solidariedade ao Charlie Hebdo, logo após o ataque terrorista ao escritório da revista no ano passado.

Os dois jornalistas incluíram imagens da capa da Charlie Hebdo em suas colunas na mesma edição.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s