Turquia e EUA matam 63 militantes do EI na Síria

Quatro drones implantados a partir da base aérea de Incirlik, um ponto de partida para os EUA, participaram da operação e mataram 29 militantes

Istambul – O exército da Turquia disse nesta segunda-feira que bombardeios e ataques com drones realizados pela coalizão liderada pelos EUA têm atingido posições do Estado Islâmico na Síria e mataram um total de 63 militantes.

Quatro drones implantados a partir da base aérea de Incirlik, um ponto de partida para os EUA, participaram da operação e mataram 29 militantes.

Os ataques aéreos foram informados por informações recolhidas pelo exército turco, disse a agência privada de notícias Dogan.

Os restantes 34 militantes foram mortos por disparos de foguetes e bombardeios da Turquia, de acordo com a agência estatal Anadolu.

A ofensiva começou no domingo, quando quatro foguetes disparados da Síria atingiram a cidade fronteiriça turca de Kilis e feriu oito pessoas.

Fonte: Associated Press.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s