Turquia lança operação contra PKK com bombardeios aéreos

A operação começou com o apoio de caças F-16 e helicópteros que bombardearam alvos previamente marcados por aeronaves não tripuladas

Ancara – A polícia e o Exército turco lançaram nesta terça-feira uma ampla operação contra a guerrilha do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) que inclui bombardeios com caças e helicópteros e a declaração do toque de recolher em 25 localidades da província de Diyarbakir, no sudeste do país.

A operação começou por volta das 2h GMT (23h, em Brasília) com o apoio de caças F-16 e helicópteros que bombardearam alvos previamente marcados por aeronaves não tripuladas, informa a emissora CNNTÜRK.

O escritório do Governador de Diyarbakir indicou que o alvo deste desdobramento é eliminar os membros do PKK na zona e localizar e destruir armazéns e refúgios da guerrilha.

“Respeitar o toque de recolher é importante para a segurança das vidas e os pertences dos cidadãos, e o final do toque de recolher será anunciado em comunicado diferente”, anunciou o governo em uma nota.

O Estado-Maior informou em seu site que já ontem à noite lançou várias séries de ataques aéreos contra posições do PKK no norte do Iraque no qual foram destruídos cinco posições da guerrilha.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s