Turquia matou quase 900 membros do EI na Síria desde janeiro

A Turquia foi cenário nos últimos meses de vários atentados, incluindo dois em Istambul, atribuídos aos grupos extremistas

A Turquia matou desde o mês de janeiro quase 900 membros do grupo Estado Islâmico (EI) na Síria, com disparos de artilharia e ataques aéreos, anunciou nesta segunda-feira a agência oficial Anatolia, que cita fontes militares.

De acordo com a agência, a Turquia, membro da coalizão de combate ao EI liderada pelos Estados Unidos, matou 492 “terroristas” desde 9 de janeiro em ataques aéreos e outros 370 em ataques de artilharia, que também destruíram depósitos de armas.

As forças turcas começaram a campanha na Síria no ano passado. A Turquia foi cenário nos últimos meses de vários atentados, incluindo dois em Istambul, atribuídos aos grupos extremistas.

O governo de Ancara também permite aos aviões americanos usar uma base aérea no sul do país para atacar alvos na Síria.

A Turquia iniciou os ataques aéreos após o atentado suicida de julho de 2015 em Suruc, uma cidade próxima da fronteira com a Síria, atribuído ao EI, no qual morreram 34 pessoas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s